Guru Hub
Glossário do Investidor - Termos de Investimento

ADR

American Depositary Receipt (ADR) é um termo utilizado quando uma ação brasileira é negociada nas grande bolsas de valores americana.

Por exemplo, para que uma empresa brasileira, tenha seus ativos negociados nas grandes bolsas de valores americanas, ela não pode simplesmente disponibilizar suas ações como faz na Bovespa. Ela precisa ser listada nas bolsas de valores americanas na forma de uma American Depositary Receipt (ADR)

O sistema de ADR American Depositary Receipt foi criado nos anos 20, com o objetivo de empresas estrangeiras conseguirem participar das grandes Bolsas dos Estados Unidos.

Os ADRs são comprados e vendidos nos mercados norte-americanos, assim como os outros títulos regulares emitidos/financiados nos EUA, por um banco ou corretora. A diferença é que eles são lastreados a empresas estrangeiras! 

As principais empresas brasiliras possuem títulos nas grandes Bolsas Americanas.

Um investidor dos Estados Unidos pode investir em ações da Ambev, Gerdau, Petrobras, Vale, na forma de um ADR.

Vantagens dos ADRs

  • Para os investidores: são uma maneira fácil e de baixo custo para comprar ações de uma empresa estrangeira. Eles poupam dinheiro, já que reduzem os custos de administração e evitam impostos estrangeiros em cada transação.
  • Para as empresas estrangeiras: recebem maior acesso aos EUA, permitindo-lhes explorar o rico mercado norte-americano de renda variável.

Tipos de ADR:

  • Nível 1 – Este é o nível mais básico, em que empresas estrangeiras não têm qualificações ou não desejam ser listadas em bolsa. ADRs Nível 1 são encontrados no mercado de balcão e são fáceis e baratas de avaliar o seu interesse na América do Norte. Eles também têm os requisitos mais flexíveis da Securities and Exchange Commission (SEC).
  • Nível 2 – Os ADRs de nível 2 são listados em bolsa ou cotados na Nasdaq. Eles possuem um pouco mais de exigências da SEC, mas também têm um maior volume de trade.
  • Nível 3 – Os Adrs de nível 3 é o mais prestigiado dos três tipos, quando uma empresa lança uma emissão de oferta pública na bolsa. Eles são capazes de levantar capital e ganhar grande visibilidade nos mercados financeiros dos EUA.
  • ADR patrocinado: é emitido com a colaboração direta da empresa estrangeira. Nesse caso, a companhia celebra um contrato diretamente com o banco depositário dos EUA para fazer planos de manutenção de registros, distribuição de comunicações aos acionistas, pagamento de dividendos e outros serviços. Os ADRs patrocinados podem ser listados nas principais bolsas de valores — e são, de certa forma, mais “seguros”.
  • ADR não-patrocinado: é emitido sem a cooperação da empresa estrangeira. Estas ADRs podem ser iniciadas por um corretor ou instituição que deseja estabelecer um mercado de negociação nos EUA. Porém, essa modalidade não é listada em bolsa, podendo ser negociada apenas no mercado de balcão.
Leia também ✔️  Alavancagem

🏆➜ Avalie nosso conteúdo:

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 6

Seja o primeiro a avaliar!

Guru

Um Guru no mercado financeiro é aquele que sempre quer aprender a investir melhor...

Guru APP