Guru Hub
Glossário do Investidor - Termos de Investimento

Agências de risco

As agências de risco são chamadas de Credit Rating Agency. Também são conhecidas como Agência de notação de risco ou Agência de Notação financeira.

As agências de risco são responsáveis pela avaliação de uma nota referente a empresas, governos, bancos e outras instituições financeiras.

Esta nota determina uma classificação de risco ou uma rating.

Essa nota de risco é determinada através da realização de análises técnicas quantitativas, que podem ser:

  • Fluxo de caixa;
  • Análise de balanço;
  • Análises de ambiente externo;
  • Projeções estatísticas;
  • Quesitos jurídicos;
  • Informações sobre emissão e todos os seus processos.

Quando o resultado da nota é alta, mais seguro será investir em papéis ofertados pela empresa em análise.

Quando o resultado da nota é menor, maior será o risco para investimentos, podendo ocorrer o não recebimento do valor investido.

As agências de risco determinam notas boas ou ruins para empresas e países.

Classificação de risco

Existem três principais agências de riscos:

  • Standard & Poor’s;
  • Moody’s;
  • Fitch.

Essas empresas são responsáveis pela classificação dos riscos que uma empresa oferece ao investidor.

Também são responsáveis pelo monitoramento das situações econômicas e políticas de vários países.

A atribuição das notas representará se a empresa realmente irá honrar com seus compromissos. Assim, exercendo grande influência para os investidores no mundo inteiro.

As agências também usam dois tipos de classificação:

  • Grau de Investimento;
  • Grau Especulativo.

Quando uma dívida de um país é considerada como grau de investimento, as chances de riscos são muito baixas. Já no grau especulativo, as chances são de grandes riscos.

Essa classificação é muito importante para um país. Se a classificação é baixa haverá muita dificuldade para encontrar investidores, além das taxas de juros serem mais elevadas. Além de impactar também o setor privado do país, dificultando a captação de recursos.

Quais são os riscos e retornos?

Quando um investidor analisa se sua aplicação será segura, ele deve levar em conta quais são os riscos e quais os retornos.

Quanto mais segura for uma aplicação, menor será a sua rentabilidade.

Quanto mais arriscada for uma aplicação, maior será o retorno.

Por isso, o investidor precisará definir qual será a sua estratégia e se quer correr riscos ou não.

Também é importante definir qual o perfil do investidor para encontrar ativos que se enquadram em seu perfil.

Os principais tipos de investidores são:

  • Conservador – não gosta de correr riscos;
  • Moderado – aceita riscos diversificando sua carteira;
  • Arrojado – aceita riscos elevados para obter grandes retornos.

Analisando esses perfis podemos dizer que empresas e países com grau de investimento são atrativos para os investidores com perfil conservador e moderado.

Já as empresas e países com grau especulativo, são indicadas para os investidores com perfil arrojado.

Insights finais

As agências de risco são grandes aliadas na hora de investir. A sua classificação determinará se o investimento será seguro para o investidor.

É claro que o investidor deverá levar em conta o seu perfil e quais estratégias pretende aplicar. Além de entender bem o mercado financeiro como um todo.

Para o sucesso o investidor precisará realizar várias análises para não realizar investimentos que geram grandes prejuízos financeiros.

🏆➜ Avalie nosso conteúdo:

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Seja o primeiro a avaliar!

Guru

Um Guru no mercado financeiro é aquele que sempre quer aprender a investir melhor...

Tried accessing nonexisting field (comments_count) on node type (Media)
Guru APP