Guru Hub
Glossário do Investidor - Termos de Investimento

Análise Gráfica – O que é, significado e definição

A análise Gráfica ou Técnica refere-se ao estudo das tendências nos valores de ativos que são negociados na renda variável. Os investidores utilizam esta análise para obter uma direção para as suas estratégias através da coleta dos dados estatísticos de valores dos ativos e dos volumes de negociações do mercado.

Esses dados são interpretados através de gráficos, onde o investidor poderá realizar lançamentos com base nas futuras variações da Bolsa de Valores e definir se realizará uma compra ou uma venda de um ativo.

Sendo assim, a análise gráfica é utilizada para estudar os valores dos ativos ao longo do tempo, ou seja, prevendo uma tendência do ativo.

Para quem a análise gráfica é indicada?

A análise gráfica é utilizada para a interpretação das tendências dos ativos e é muito usada pelos investidores que almejam lucratividade em um curto prazo.

Já para as operações em day trade os especuladores utilizam a análise gráfica para obter ganhos com as oscilações dos valores em alguns minutos ou horas.

Então, o principal objetivo é detectar uma tendência e realizar operações a favor dela e sair da operação quando identificar movimentos que a tendência pode ser revertida.

Para quem opera day trade as negociações tendem a ser realizadas durante um dia em alguns pregões, já nas operações em swing trade as negociações podem durar algumas semanas ou até mesmo alguns meses.

Há três principais tendências que pode ocorrer com um ativo:

  • Tendência de alta também conhecida como acumulação, determinada quando o gráfico possui topos e fundos ascendentes;
  • Tendência de baixa também conhecida como distribuição, ocorre quando o gráfico apresenta os topos e fundos cada vez mais baixos;
  • Tendência de lateralização, ocorre quando o valor do ativo está oscilando dentro de uma banda bem delineada sem muita alta ou queda.
Análise Gráfica

Quais as ferramentas para a realização de uma análise gráfica?

Os gráficos são ótimas ferramentas e podem ser analisados pelo portal das corretoras por um home broker que podem ser pagos ou gratuitos. Depois de acessar o gráfico é necessário entender o seu funcionamento para a realização da análise gráfica.

Há várias configurações gráficas, mas os investidores utilizam mais os de Candlesticks (uma figura retangular) que podem oferecer máxima e mínima do dia, preço de abertura e de fechamento. Todas essas informações podem ser representadas por linhas, barras ou candlesticks.

O gráfico auxilia o investidor para que as decisões de compra ou de venda sejam assertivas para gerar bons ganhos.

Outra ferramenta importante é a observação das tendências. As tendências podem ser de alta, baixa ou laterais. A tendência de alta ocorre quando há uma demanda e o valor dos ativos sobem. Já na tendência de baixa acontece o oposto.

Já na tendência lateral, indica que o mercado está andando de lado, indicando um equilíbrio e sem tendências de alta ou de baixa nos períodos estabelecidos.

Resumindo, é muito importante perceber algumas tendências e observar quando um ativo está aumentando ou diminuindo para a realização das negociações na Bolsa de Valores.

Outro ponto importante para a observação são os topos e fundos. Os topos caracterizam os padrões de alta e os fundos são os padrões de baixa. Os dois são essenciais para para uma análise gráfica para que o especulador perceba as mudanças nos padrões para uma alta ou uma queda de um ativo.

Entender essas tendências com base nas oscilações é importante para que as estratégias do investidor sejam assertivas.

Quais as vantagens e desvantagens de uma análise gráfica?

Uma grande vantagem da utilização da análise gráfica é demonstrar de forma simples a movimentação de um ativo em um período estabelecido. Já para quem opera em day trade a vantagem é encontrar as informações com rapidez e o acompanhamento diário dos valores dos ativos.

E para aqueles investidores que possuem metas de médio e longo prazo, a análise gráfica pode fornecer antigos valores dos ativos e agrupar com análises fundamentalistas.

Agora uma desvantagem é que essas análises não conseguem fornecer 100% de certeza em suas informações, pois o mercado é muito volátil.

Também há riscos do investidor entender errado os dados e tomar decisões que possam custar perdas. Por isso, é importante conhecer muito bem o funcionamento dessas análises para diminuir os riscos que poderão surgir.

Hoje em dia há muito material para a leitura na internet e também traders experientes no mercado para o acompanhamento. Tudo dependerá da força de vontade de cada investidor.

Insights finais

A análise gráfica é muito importante para quem negocia no mercado financeiro, pois possibilita a especulação com base nas variações que ocorrem de forma constante. Mas, é importante levar em consideração que este tipo de investimento possui grandes riscos por envolver as oscilações do mercado.

Dessa forma é inteligente equilibrar os seus investimentos com renda fixa e renda variável. Essa estratégia irá equilibrar a sua carteira de investimentos e prevenir perdas expressivas.

Compreender e utilizar a análise gráfica com perfeição pode levar algum tempo, mas, nada como um estudo aprofundado e ir realizando operações com cautela para que logo possua uma boa experiência no mercado financeiro.

🏆➜ Avalie nosso conteúdo:

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Seja o primeiro a avaliar!

Guru

Um Guru no mercado financeiro é aquele que sempre quer aprender a investir melhor...

Carteira Inteligente de Investimentos
Carteira Inteligente de Investimentos