Guru Hub
Glossário do Investidor - Termos de Investimento

Câmbio – O que é, significado e definição

O câmbio é um indicador econômico muito importante, e refere-se a troca entre duas moedas diferentes. E também refere-se a quantidade necessária de uma moeda local para a realização de uma compra de uma moeda de outro país, essa negociação é chamada de taxa de câmbio.

Exemplo:

Se a taxa de câmbio do real em comparação ao dólar é no valor de R$ 6,00, representa que precisamos de 6 reais para a realização da compra de uma unidade do dólar (1 dólar).
Ou seja, em cada uma das taxas, será determinada qual a quantidade de reais essenciais para a realização da compra de uma unidade monetária de outros países.

O mercado cambial possibilita várias negociações como investimentos, especulações, pagamentos e recebimentos em moeda estrangeira etc.

Este mercado possui duas divisões:

Primária: nesta opção ocorre a entrada e saída de moedas estrangeiras realizadas por exportadores, importadores e turistas.

Secundária: nesta opção as negociações em câmbio acontecem através dos bancos autorizados pelo Banco Central.

Como as negociações em câmbio funcionam?

O funcionamento do mercado cambial ocorre durante 24 horas, em 5 dias por semana. Começando no domingo, quando são iniciadas as negociações asiáticas e fecha na sexta-feira com o término do mercado dos Estados Unidos. As negociações são realizadas neste período para compreender quase todos os fusos horários.

As negociações neste mercado são realizadas em pares, ou seja, para que uma compra de uma moeda aconteça é necessário entregar outra moeda. Essas negociações ocorrem de maneira descentralizada e eletrônica, e são realizadas através das instituições financeiras.

Podem participar do mercado os bancos centrais, instituições financeiras, investidores, especuladores e Hedges cambiais.

Como o câmbio influencia os investimentos?

Quando uma moeda passa por valorização existem vários aspectos que estão relacionados como inflação controlada, crescimento econômico, desemprego em baixa etc.

Mas, também há o lado negativo onde os investidores buscam outras opções, pois o mercado de câmbio possui muita volatilidade e o valor de uma moeda pode manifestar grandes oscilações em um curto prazo. Isso acontece quando os países estão passando por cenários econômicos complicados, problemas políticos e mudanças na regulamentação.

Vamos entender como o câmbio afeta alguns investimentos como renda fixa, fundo multimercado, fundos de ações e os fundos cambiais.

Renda Fixa

As negociações em renda fixa prefixadas são as mais afetadas pelo câmbio. Quando o dólar está mais caro ocorre a alta das taxas de juros para controlar a inflação e isso impacta o preço dos títulos desvalorizando-os. Sendo assim, os fundos de renda fixa são desvalorizados com a valorização do câmbio no curto prazo.

Fundos Multimercado

Os fundos multimercado são compostos por títulos públicos, ações, commodities e moedas negociadas no mercado local e internacional. Estes fundos podem ter prejuízos em negociações de juros no curto prazo, mas possuem maior autonomia para explorar lucros em outras aplicações.

Este tipo de fundo pode alcançar lucros com a valorização e também com a desvalorização de uma moeda, pois, procuram alterações nos valores de ativos para aumentar a lucratividade.

Fundo de ações

Os fundos de ações podem lucrar ou perder com a valorização do dólar. Quando ocorre o aumento dos preços das matérias-primas e bens de capital importados, assim, aumentando os custos e impactando os resultados de algumas empresas, as instituições exportadoras lucram com a desvalorização do câmbio.

As dívidas em moeda estrangeira podem impactar o lucro líquido de uma empresa e também impactando o rendimento dos fundos de ações. Dessa maneira, a rentabilidade dos fundos de ações dependerá das empresas em que o fundo negocia, o que pode favorecer ou não pela valorização do dólar.

Fundo cambiais

O fundo cambial acompanha a alteração do dólar, mas, pode obter perdas com as oscilações da moeda.

Insights finais

O mercado de câmbio possibilita a realização de aplicações em ativos conectados ao exterior e obter bons lucros. Isso é possível porque neste mercado são negociadas moedas estrangeiras.

Sendo assim, o investidor deverá ficar atento quando o mercado internacional estiver aquecido, pois possibilitará boas oportunidades de lucratividade com as variações nos valores das moedas estrangeiras.

Então, o investidor precisará entender muito bem o mercado cambial para assim definir as melhores estratégias para alcançar os seus objetivos.

🏆➜ Avalie nosso conteúdo:

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Seja o primeiro a avaliar!

Guru

Um Guru no mercado financeiro é aquele que sempre quer aprender a investir melhor...

Carteira Inteligente de Investimentos
Carteira Inteligente de Investimentos