Guru Hub
Glossário do Investidor - Termos de Investimento

DI Futuro

O DI futuro é um contrato de juros futuros. Esse contrato é um acordo de compra ou venda sobre a perspectiva da taxa de juros no período do início da negociação até uma data futura, com base em uma data de vencimento estabelecida no contrato.

Essa taxa foi gerada através do CDI (Certificado de Depósito Interbancário) para corresponder os juros médios utilizados em empréstimos entre as instituições financeiras.

A DI está normalmente bem próxima da taxa Selic, sendo utilizada como principal índice para indicação do mercado de renda fixa. O DI futuro demonstrará as possibilidades do mercado com base na taxa de juros nos seguintes meses ou anos.

Já no contrato futuro os cálculos das taxas médias são realizados pela Cetip (Central de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos), que reproduzem o custo médio realizado nas negociações de troca de flexibilidade de recursos entre as instituições financeiras no curto prazo.

Como funciona o DI Futuro?

O DI Futuro constata as possibilidades do mercado para a taxa de juros concreta que será concentrada entre a data de início e final do contrato.

É na Bolsa de Valores (B3) que o Contrato Futuro DI é negociado. Sua negociação é realizada com lote padrão com cinco contratos, o código utilizado é o DI1, com o acréscimo da letra com base no mês de vencimento do contrato e de dois números relacionados ao ano de vencimento do contrato.

Cada contrato terá um valor de R$ 100 mil em sua data de vencimento, e seu valor na data da negociação será igual ao valor de R$ 100 mil antecipadamente reportado e descontado pela taxa negociada do contrato no período dos dias úteis até o vencimento do contrato.

O investidor que deseja realizar seus investimentos com base na taxa de juros no mercado futuro, precisará depositar para a sua corretora uma porcentagem do valor total dos contratos que estão sendo negociados. As corretoras normalmente aceitam como garantia os títulos públicos do Tesouro Direto, CDBs (Certificados de Depósitos Bancários) ou ações.

Também há a opção da venda à descoberto de DI Futuro, ou seja, o investidor pode realizar vendas sem ter uma posição comprada em aberto.

Quais os tipos de contratos futuros de DI?

Os contratos futuros de DI possuem duas opções, vamos conhecê-los:

Contrato Futuro Prefixado

Esta opção de contrato possui uma dívida com juros pós-fixados variáveis e a hipótese é que os juros sejam maiores no futuro. Assim sendo uma proteção para o investidor contra  a alta, pois, ele poderá realizar a venda de um contrato futuro prefixado com a sua taxa atual.

Contrato Futuro pós-fixado

Esta opção de contrato possui uma dívida com juros prefixados determinado com antecedência e sua expectativa é de juros menores no futuro. Assim, o investidor poderá comprar um contrato futuro pós-fixado, com a taxa do dia do vencimento e pagando juros mais baixos.

Quais os custos nas negociações?

O investidor precisará desembolsar alguns valores para os custos com as taxas de corretagem. A taxa dependerá da Tabela TOB (Taxa Operacional Básica). O valor será de 3,00% com base no volume financeiro total que será negociado.

Em negociações Day Trade a taxa cobrada será referente a compra ou venda de DI Futuro que será de 1,50%.

O investidor também precisará pagar taxas que são cobradas pela Bolsa de Valores. Vamos conferir quais são:

  • Taxa de liquidação – os contratos que estão em liquidação possuem taxa de R$ 0,01166;
  • Taxa de Permanência – esta taxa se refere ao serviço de orientação referente às posições que estão em aberto e pela emissão dos relatórios e arquivos;
  • Emolumentos e taxa de registro – esta taxa dependerá do volume financeiro que está sendo negociado e terá uma parte fixa e uma variável. A tabela de taxas poderá ser encontrada na plataforma da B3.

Imposto de Renda

O IR (Imposto de Renda) também é cobrado nos contratos de DI Futuro. Essa cobrança será referente ao total de ganhos líquidos que são realizados na liquidação de um contrato de 15% sobre o lucro líquido.

Já para operar Day Trade, a alíquota de imposto será de 20% com base no resultado positivo. Quando o resultado for negativo não será cobrada a taxa de IR.

A apuração e o pagamento do IR neste caso será de responsabilidade do investidor. E este processo deverá ser realizado até o último dia útil do mês seguinte ao mês de apuração.

Qual a utilidade dos contratos de DI Futuro?

Os contratos de DI Futuro possuem três utilidades importantes, como:

  • Especulação com base na variação da taxa de juros – Os traders podem obter bons ganhos no curto a médio prazo, utilizando a especulação nas variações da taxa de juros;
  • Elaboração da taxa de juros em investimentos da renda fixa – os investimentos com taxa de juros prefixadas usam o DI Futuro para determinar a taxa de juros a ser aplicada para o cenário dos investimentos;
  • Proteção da carteira de investimentos – esses contratos são uma forma de proteção contra as volatilidades do cenário econômico ou políticos. São úteis  para os investidores, empresas e as instituições financeiras que possuem contratos e dívidas indexados à taxa de juros.

Insights finais

Os contratos futuros de DI são muito utilizados para a especulação com o objetivo de bons lucros com as variações, apesar de ser uma opção desenvolvida para a proteção do dinheiro.

Esses contratos ainda não possuem acessibilidade para os investidores de pessoa física por possuírem um alto volume de dinheiro, mas, possuem uma alta demanda pelos investidores institucionais na distribuição de fundos e carteiras.

Este tipo de contrato é muito importante para entender quais são as possibilidades da alta ou da baixa de juros. Sendo essencial para a analisar o aumento ou a queda da taxa Selic.

🏆➜ Avalie nosso conteúdo:

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 6

Seja o primeiro a avaliar!

Guru

Um Guru no mercado financeiro é aquele que sempre quer aprender a investir melhor...

Guru APP