Guru Hub
Glossário do Investidor - Termos de Investimento

Novo Mercado

O Novo Mercado foi criado em 2000 pela B3 para ser um segmento que possui uma listagem contendo as empresas que estão na Bolsa de Valores. Essas empresas possuem um grande nível de crescimento empresarial.

Resumindo, o Novo Mercado é um agrupamento de leis, processos e rotinas que compõem uma empresa, e esses pontos devem ser transparentes e muito bem administrados.

O Novo Mercado foi um acontecimento que revolucionou o ambiente de investimentos de ótima qualidade, com inclusão no mercado financeiro.

Para as empresas que desejam reconhecimento com o segmento de listagem do Novo Mercado a adesão é voluntária, mas precisam seguir algumas regras e orientações.

Quais os critérios que as empresas devem seguir para a listagem no Novo Mercado?

As empresas que querem entrar no segmento de listagem do Novo Mercado precisam seguir alguns requisitos. São eles:

  • O capital da empresa deve conter apenas ações ordinárias com direito a votação;
  • A Tag Along (mecanismo de proteção para os minoritários) deve ser de 100% em alguma circunstância de mudança no controle da empresa;
  • A empresa precisa ser transparente em sua administração, demonstrando todas as informações sobre a diretoria e gestão que são divulgadas aos acionistas;
  • A empresa precisa possuir no mínimo de 2 ou 20% de conselheiros independentes;
  • A empresa precisa divulgar seus resultados financeiros e todos os informativos relevantes;
  • Assumir a função de compliance e de setores de auditoria interna e comitê de auditoria, que podem ser estatutário ou não estatutário;
  • Execução de oferta pública de compra de ações (OPA), em circunstância de saída do Novo Mercado;
  • Free Float (percentual das ações de uma empresa que está em circulação na Bolsa de Valores) é de no mínimo 25%. Se o volume médio diário em negociação for superior a R$ 25 milhões o mínimo será de 15%;

Como são classificados os segmentos do Novo Mercado?

Há diferentes tipos de segmentos para a classificação de uma empresa que possuem ações negociadas na Bolsa de Valores.

Vamos conhecê-los:

  • Tradicional;
  • Nível 1;
  • Nível 2;
  • Novo Mercado;
  • Bovespa Mais Nível 2;
  • Bovespa Mais.

Esses segmentos foram criados para diferenciar os perfis das empresas.

Essas informações podem ser consultadas no site da B3. São informações importantes sobre as empresas como segmento, classificação de setores, tag along e free float.

Quais empresas estão listadas no Novo Mercado?

Vamos conhecer algumas empresas que estão dentro do segmento do Novo Mercado:

  • Vale (VALE3);
  • Cielo (CIEL3);
  • CVC (CVCB3);
  • Raia Drogasil (RADL3);
  • Fleury (FLRY3);
  • Banco do Brasil (BBAS3);
  • Magazine Luiza (MGLU3);
  • Localiza (RENT3);
  • Lojas Renner (LREN3);
  • Energias BR (ENBR3);
  • Cyrela Realt (CYRE3).

Insights finais

Uma boa administração é essencial para o sucesso de uma empresa. É através de uma boa administração que a empresa se torna valiosa, se tornando interessante para quem deseja investir ou já investiu.

Os investidores precisam ficar bem atentos as empresas que são transparentes com seus dados, assim, evitando as empresas que escondem suas informações.

Entender como uma empresa está em seu crescimento financeiro é primordial para os investidores.

Por isso o Novo Mercado tem um importante papel em listar todas essas empresas e divulgar essa lista para que os investidores possam obter essas informações e definir boas estratégias para a sua carteira de investimentos.

🏆➜ Avalie nosso conteúdo:

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Seja o primeiro a avaliar!

Guru

Um Guru no mercado financeiro é aquele que sempre quer aprender a investir melhor...

Guru APP