Guru Hub
Glossário do Investidor - Termos de Investimento

Ordem (Tipos)

As ordens correspondem à execução da compra de um ativo no mercado financeiro. Este processo é realizado entre o investidor e uma corretora.

Essas ordens são realizadas via home broker de uma forma muito simples e rápida.

Há vários tipos de ordens conforme os objetivos das operações. O investidor deve conhecer quais os tipos de ordens e como funcionam para o sucesso em seus investimentos.

As ordens podem ser determinadas pelos preços, tempo e proteção dos ganhos.

A escolha das ordens irá depender muito do perfil do investidor.

Quais os tipos de ordens?

Conhecer quais os tipos de ordens existem é essencial para que o investidor possa realizar a sua escolha sem erros. Vamos conhecê-las:

Ordem de Mercado

Este tipo de ordem é considerada a mais simples. O investidor deixa instruções para uma corretora comprar ou vender seus ativos que estão sendo negociados no mercado.

Essas ordens são realizadas independente do preço de cotação do mercado no momento da compra ou venda de um ativo. O investidor precisa ficar atento às cotações antes das ordens serem executadas.

As ordens de mercado geralmente são mais baratas em relação aos outros tipos de ordens.

Ordem Limitada

Neste tipo de ordem o investidor deixa instruções de compra e venda de um ativo por um determinado valor. Se não atingir o valor determinado pelo investidor a ordem não será executada.

Este tipo de ordem é vantajosa para que o investidor controle e planeje da sua maneira suas estratégias. Mas, o investidor precisará ficar atento às regras e aos valores de corretagem que serão determinados pelas corretoras.

Ordem Stop

O objetivo desta ordem é a proteção do investidor para evitar prejuízos financeiros.

O investidor estabelece um valor stop quando um ativo sofre desvalorização até um determinado valor, e a corretora poderá vender o ativo. Em casos de valorização, o ativo continuará na carteira do investidor.

Ordem Start

Essa ordem é o contrário da ordem stop. O investidor determina que a ordem seja realizada quando o ativo atingir um preço acima de um valor determinado.

Quais as possibilidades de validade de uma ordem de compra?

As ordens possuem uma validade em combinação com as corretoras. E essas validades possuem alguns tipos, vamos conhecê-los:.

Validade diária

A validade da ordem só fica ativa durante o dia da sua emissão.

Validade até o cancelamento

A ordem tem validade com a corretora até o investidor decidir cancelar. Existe um prazo de até 30 dias para o cancelamento.

Validade até uma data específica

A ordem tem validade até uma data preestabelecida pelo investidor. Esse processo deve acontecer no prazo de até um mês.

Validade Tudo ou Nada

Essa validade acontece no momento em que a ordem é emitida. Se essa ordem não for executada, será cancelada automaticamente.

Validade Execute ou Cancele

Essa ordem também possui validade no momento de sua emissão, mas não é totalmente cancelada. Há o cancelamento automático apenas do saldo excedente.

Insights finais

Entender o funcionamento e os tipos de ordens é primordial para um investidor. As ordens são importantes para a realização das operações de compra e venda de um ativo, se um investidor não sabe como elas funcionam terá grandes chances de aplicar estratégias erradas.

Também é essencial que o investidor analise qual a melhor corretora para o seu perfil, visto que, será através da corretora que serão realizadas as negociações.

Quando o investidor entende o funcionamento de compra e venda de ativos, as estratégias se tornam mais assertivas.

🏆➜ Avalie nosso conteúdo:

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Seja o primeiro a avaliar!

Guru

Um Guru no mercado financeiro é aquele que sempre quer aprender a investir melhor...

Guru APP