Guru Hub
Glossário do Investidor - Termos de Investimento

Renda Variável

A Renda Variável é uma categoria do mercado financeiro com várias opções de ativos com a mesma finalidade, oferecer rentabilidade para quem está negociando na Bolsa de Valores. Mas, são investimentos que abrangem alguns riscos de perdas financeiras.

Muitos investidores aplicam em renda variável pela possibilidade de lucratividade superior em comparação a renda fixa. Mas, quem está iniciando precisa ir com cautela para evitar grandes riscos.

Os ativos da renda variável estão sujeitos aos cenários econômicos e políticos e também da performance de empresas e de alguns setores do mercado privado. E essas questões pode fazer com que o ativo oscile em questões de instantes que podem ser positivos ou negativos.

Por isso, é importante que o investidor diversifique a sua carteira de investimentos para equilibrar os riscos envolvidos no mercado financeiro.

Como funciona a renda variável?

A renda variável possibilita bons lucros em um curto prazo de tempo, mas, também oferece oportunidades a longo prazo, para aquele investidor que consegue acompanhar e montar estratégia com base nas análise técnicas para cada vez mais alcançar bons retornos.

As ações são os ativos mais negociados da renda variável e os que sofrem mais a volatilidade do mercado financeiro. É necessário ter cuidado para não adquirir prejuízos significativos.

O processo para as negociações é muito simples, basta o investidor comprar os ativos na Bolsa de Valores por um valor determinado. O valor dos ativos irá variar para a alta ou queda dependendo dos cenários do momento.

Depois, o investidor será capaz de obter a lucratividade dos ativos que estão em sua carteira ou através da venda quando o valor for maior ao que foi comprado.

Investir em renda variável é muito fácil, mas exige conhecimento e experiência do investidor. Pois determinar a melhor estratégia para alcançar lucros exige estudo.

Quais os tipos de investimentos em renda variável?

As ações são as mais conhecidas da renda variável, mas existem outras opções que podem oferecer bons rendimentos. Vamos conhecê-los:

Fundos Imobiliários

Os Fundos Imobiliários (FIIs) são constituídos pelo capital de investidores que será aplicado em empreendimentos imobiliários com o objetivo de recebimento de dividendos.

Eles são classificados em fundos de tijolos ou fundos de papel. Os fundos de tijolos são constituídos por imóveis físicos, ações de shoppings, edifícios empresariais, galpões e hotéis.

Já os fundos de papel são constituídos por aplicações financeiras como CRI, CRA, LCI e LCA.
Também há as opções híbridas que podem combinar esses dois setores, os Fundos Imobiliários Híbridos.

Para muitos investidores esses investimentos são uma possibilidade de uma renda extra ou até mesmo uma maneira de viver com os rendimentos. Ou seja, o investidor recebe o aluguel deste tipo de investimento.

Fundos Multimercado

Os fundos multimercado são constituídos por ativos de vários setores. Ele funciona como uma carteira recomendada. Este tipo de investimento possui um gestor que tomará as decisões dos melhores investimentos a serem comprados ou vendidos.

Mas, o investidor precisa ficar atento se a carteira recomendada está de acordo com o seu perfil de investidor. Ou seja, se está de acordo com os riscos que pretende obter.

ETFs (Exchange Traded Funds)

Os ETFs são fundos de índice com o objetivo de alcançar uma rentabilidade semelhante a um índice financeiro. É uma boa opção para a diversificação da carteira do investidor.

Moedas

Investir em moedas é chamado de investimento em câmbio. O objetivo deste investimento é arriscar na valorização ou desvalorização de uma moeda estrangeira. Este tipo de investimento pode ser impactado dependendo do cenário econômico.

Commodities

Commodities são investimentos em matéria-prima que são produzidos em grande proporção que podem ser estocados por um período sem perder a sua qualidade.

Os tipos de commodities pode sem:

  • Minerais – ouro, petróleo, gás natural, etanol;
  • Agrícolas – milho, soja, açúcar, café;
  • Financeiras – dólar, euro, títulos públicos;
  • Ambientais – madeira, água, geração de energia.

Estes investimentos estão disponíveis na Bolsa de Valores, através dos contratos futuros. O investidor compra a um valor atual e espera a lucratividade quando o valor da matéria-prima for valorizado.

Este tipo de investimento pode sofrer variações conforme o clima e também com a lei de oferta e procura.

Ações

As ações são as mais conhecidas no mundo dos investimentos e são frações do capital de uma empresa. Essas frações são ofertadas na Bolsa de Valores com a meta de adquirir um montante para a empresa.

As ações são títulos emitidos por empresas. Quando um investidor compra um título estará comprando uma pequena parte de uma empresa, assim, tornando-se um sócio minoritário. A compra das ações é realizada através do home broker de uma corretora ou de uma instituição financeira e são negociadas na Bolsa de Valores (B3).

Depois que um investidor realiza a compra de uma ação, ele se torna um sócio da empresa e pode obter lucros com a valorização dessas ações ou com o recebimento de dividendos.

Mas, este tipo de investimento pode sofrer grandes variações de acordo com os cenários econômicos, situação da empresa ou do setor, com base na oferta e demanda. E essas variações podem ser positivas ou negativas para o investidor.

Insights finais

Investir em renda variável pode oferecer alguns riscos, mas, também pode oferecer grandes rendimentos. Mas, é necessário ter o perfil do investidor bem definido, pois este tipo de investimento é indicado para investidores agressivos.

O mais indicado é que o investidor diversifique a sua carteira de investimentos com renda fixa e renda variável assim equilibrando as perdas financeiras que podem surgir.

Mas, para investir com segurança é importante acompanhar de perto o mercado financeiro e estudar sobre o ativo em que deseja realizar negociações, antes de tomar qualquer decisão precipitada que pode oferecer riscos.

Investir em renda variável requer estudo e cautela para aproveitar a lucratividade mas reduzindo os riscos.

🏆➜ Avalie nosso conteúdo:

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar!

Guru

Um Guru no mercado financeiro é aquele que sempre quer aprender a investir melhor...

Guru APP