Guru Hub
Glossário do Investidor - Termos de Investimento

Rentabilidade

A Rentabilidade é uma porcentagem de proventos alcançados a mais a contar da data do investimento. Ou seja, a rentabilidade é o retorno que um investidor teve do investimento.

O investidor precisa ter em mente que a rentabilidade está sujeita a riscos, sendo assim, quanto maior for o risco, maior será a rentabilidade. Mas, deve-se levar em conta que os investimentos com alto risco não são recomendados para o investidor que possui perfil conservador ou moderado. E sim, para aqueles que possuem um perfil de investidor agressivo.

Como funciona a rentabilidade?

A rentabilidade pode oferecer bons resultados a curto prazo, mas a longo prazo a será bem melhor. Mas, só o prazo não definirá a rentabilidade de um ativo, é necessário analisar outros pontos como a inflação, impostos, quantia aplicada, taxas das instituições financeiras ou corretoras, etc.

O investidor que analisa todos esses pontos conseguirá montar estratégias mais assertivas para o seu sucesso financeiro.

Na renda fixa há três opções de rentabilidade, vamos conhecê-las:

  • Prefixada – nesta opção o investidor saberá qual será a rentabilidade no final do prazo do título no dia da contratação. Esta opção não é impactada por nenhum indicador.
  • Pós-fixada – nesta opção a rentabilidade dependerá de um indexador, ou seja, pode estar indexado à Taxa Selic (Sistema Especial de Liquidação e de Custódia). Então, não há como prever qual será a rentabilidade pois ela irá variar de acordo com performance do indicador indexado.
  • Híbrida – esta opção é uma combinação prefixada e pós-fixada, ou seja, uma parte da rentabilidade será conhecida na hora da contratação, mas, também terá outra parte que será impactada com base em um indexador.

Já na renda variável, o investidor pode obter boas rentabilidades no curto prazo, mas, deve-se levar em conta se há taxas das corretoras ou instituições financeiras que podem interferir na rentabilidade.

É importante entender que a escolha de cada opção dependerá dos objetivos de cada investidor e de suas expectativas com a economia.

Como calcular a rentabilidade?

O cálculo da rentabilidade depende da opção de mercado onde o ativo é negociado. Nos ativos de renda variável calcular a rentabilidade é muito complicado pois este mercado sofre impactos com as oscilações do mercado, sendo difícil prever qual será a rentabilidade.

Já na renda fixa o cálculo da rentabilidade é mais fácil, já que o investidor consegue acompanhar a performance do investimento de forma mais simples. É necessário que o investidor saiba identificar os descontos das taxas e tributações que acompanham o investimento no período de contrato.

Vamos conhecer o cálculo:

Rentabilidade = (Rendimento – Taxas, Impostos e Inflação) x 100 / Valor Investido

Também é importante que o investidor acompanhe indicadores como a Selic e o IPCA. Entender bem os seus investimentos é primordial para o sucesso do investidor.

Quais os principais investimentos para quem busca rentabilidade?

Vamos conhecer algumas opções de investimentos que possibilitam uma boa rentabilidade:

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é uma opção que gera bons retornos e possui segurança. O Tesouro tem seus títulos emitidos pelo Governo Federal, ou seja, o investidor empresta dinheiro para o governo, em troca ele receberá a quantia investida mais os juros quando chegar a data de resgate do título.

O Tesouro possui a opção prefixada, onde uma taxa fixa é estabelecida, assim, o investidor saberá no momento da contratação qual será a quantia resgatada. Sendo interessante para o investidor com perfil conservador.

Já na opção do Tesouro atrelado à inflação ele renderá uma parte fixa e outra variável. Um exemplo é um Tesouro com 2% + IPCA, se o IPCA for positivo a rentabilidade será maior, mas, se for negativo ainda terá os 2%.

Também tem a opção do Tesouro indexado à taxa Selic, onde a rentabilidade corresponde à taxa. Essa opção de Tesouro é ideal para quem deseja fazer uma reserva de emergência por render o dinheiro de forma crescente.

Ações

As ações são difíceis de adivinhar a rentabilidade pela volatilidade que as ações sofrem. Então, os riscos são maiores, mas, a rentabilidade também é mais alta.

Sendo um investimento que requer acompanhamento de todo o cenário econômico, político, social e ambiental. Pois, esses cenários podem impactar as ações de forma positiva ou negativa.

Insights finais

A rentabilidade é um ponto importante para se levar em consideração na hora de realizar investimentos. Dessa maneira, escolher um ativo que possibilite uma boa rentabilidade pode oferecer ao investidor uma renda extra ou para guardar seu capital para o futuro.

Mas, o investidor precisa ficar atento aos ativos que oferecem uma alta rentabilidade, pois os riscos de perdas financeiras podem ser gigantescos. Também é importante observar se o investimento escolhido se encaixa no perfil do investidor para não negociar ativos que não tem conhecimento.

🏆➜ Avalie nosso conteúdo:

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar!

Guru

Um Guru no mercado financeiro é aquele que sempre quer aprender a investir melhor...

Guru APP