Guru Hub
Glossário do Investidor - Termos de Investimento

Reserva Monetária

A Reserva monetária ou Reserva Internacional é um modelo de reserva de uma moeda potente de um país. Essas moedas potentes são dólar, Euro, Ouro.

Essa reserva tem como objetivo assegurar que um país possa garantir a execução das suas responsabilidades no exterior, que podem ser empréstimos com outros países. Essas reservas também são essenciais em casos de estabilidade como por exemplo crises cambiais e de pausa na fluidez da capital para o país.

Então, quando ocorre um cenário de entrada de mais capital do que é utilizado no país, o governo, geralmente, usa esse capital como reserva para utilizá-lo no futuro quando for necessário. Um exemplo da utilização da reserva são as crises que podem ocorrer em um país.

Geralmente os países retém o capital para realizar investimentos em títulos da dívida norte-americana, por ser o ativo mais seguro do mundo e por ter uma liquidez alta.

Qual a finalidade da reserva monetária?

A finalidade desta reserva é ser utilizada como proteção em períodos de crise, onde geralmente o cenário econômico pode exibir outros aspectos como a queda nas exportações, saída de capital do país, diminuição dos investimentos ou desvalorização da moeda.

Sendo assim, as reservas auxiliam o país a honrar com as suas responsabilidades em dólar, assim como a importação de produtos e o pagamento de juros das dívidas externas.

Vale salientar, que estas ações por intermédio de um governo, expressam aos investidores segurança. Sendo assim, quanto maior forem as reservas internacionais, maior serão as garantias oferecidas para encarar possíveis cenários de déficits futuros que possam se tornar reais com o passar do tempo.

No Brasil, outra finalidade muito comum é que as reservas podem inclinar para a diminuição das variações no câmbio. Isso ocorre porque o Banco Central pode utilizar as reservas para interceder no mercado cambial, assim, se livrando de possíveis variações súbitas no valor de outras moedas, especialmente com o dólar frente ao real.

Qual a importância das reservas monetárias para a economia brasileira?

As reservas monetárias possuem relação com a política cambial, principalmente quando a capacidade do dólar entra no mercado brasileiro com um valor baixo demais, isso aumentará o valor do dólar e terá um impacto na quantidade de real, assim, ocorrendo a desvalorização da nossa moeda.

Para escapar destas variações bruscas que influenciam a desvalorização do real, o Banco Central intercede para assegurar o máximo de estabilidade que alcançar. Mas, por outro lado, quanto menor for a interferência do governo, maior será a independência de ação dos grupos de investimentos e das empresas para atuar no mercado, pois eles buscam o melhor cenário para realizar investimentos do seu capital.

Quais os impactos nos investimentos?

Quando ocorrem as crises financeiras que causam variações do dólar, os investidores acabam não investindo em uma economia que está em risco. Sendo assim, os investidores podem vender suas ações, convertê-las em dólar, retiram suas aplicações ou realocam as suas aplicações em ativos com menor variação, como o dólar ou o ouro.

O Brasil geralmente sente o impacto dos efeitos de uma crise por ser um país emergente de alta especulação.

Sendo assim, as variações do dólar podem criar cenários que intensificam algumas aplicações, e também podem afetar o desempenho de outras.

Nos títulos de renda fixa atrelados ao IPCA, a variação do dólar pode afetar de forma indireta, uma vez que a inflação se inclina para ficar controlada com a queda do dólar. Já na Bolsa de Valores, quando o dólar sobe a Bolsa tende a cair e vice-versa. Não é uma regra, mas, geralmente acontece.

Agora os fundos cambiais são mais impactados com as oscilações do dólar. Isso acontece porque os rendimentos possuem ligação com a valorização ou desvalorização do real.

Para aqueles investidores que desejam proteção, uma boa opção são os fundos multimercados que se protegem das oscilações do câmbio.

Insights finais

As reservas monetárias são muito importantes para definir a situação de um país. Quando o cenário de um país está negativo, os investidores não negociam em economias que estão em risco.

Já para os investidores que realizam negociações em renda fixa e em renda variável as variações do dólar em tempos de incerteza no mercado econômico podem impactar bastante os investimentos. Mas, cabe ao investidor analisar o cenário e definir qual será a melhor estratégia.

Sendo assim, analisar bem os acontecimentos mundiais é um fator muito importante para evitar prejuízos e obter boas oportunidades.

🏆➜ Avalie nosso conteúdo:

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar!

Guru

Um Guru no mercado financeiro é aquele que sempre quer aprender a investir melhor...

Guru APP