Guru Hub
Glossário do Investidor - Termos de Investimento

Risco de Crédito – O que é, significado e definição

O Risco de Crédito é uma maneira de mensurar o risco de um tomador de empréstimo não quitar ou atrasar sua dívida com seu credor.

Nos investimentos o risco de crédito acontece quando o investidor não consegue receber de volta valor que foi aplicado. É claro que todo investimento possui riscos, mas, algumas opções podem sofrer riscos maiores dependendo da rentabilidade e também da liquidez.

Na renda fixa pode ocorrer de alguma opção de títulos privados não honrar ou atrasar o resgate do valor aplicado pelo investidor. Já nos títulos públicos emitidos pelo Brasil, o risco de crédito é quase nulo.

Mas, a renda fixa é considerada uma das opções mais seguras para a realização de investimentos, já que não possuem tanta volatilidade como a renda variável. E também na renda fixa alguns investimentos contam com a proteção do FGC (Fundo Garantidor de Créditos).

Como prevenir o risco de crédito?

Uma boa maneira de prevenir o risco de crédito é investir em várias opções de investimentos, ou seja, diversificar a sua carteira de investimentos. Assim, equilibrando os riscos que poderão surgir.

Quando um investidor aplica o seu dinheiro é uma só opção de investimento o risco de perder todo o seu capital é gigantesco. Pois no cenário financeiro não há como prever se crises econômicas irão surgir.

É claro que todo investimento possui riscos, mas, manejar esses riscos é primordial para qualquer investidor.

Também é essencial analisar a instituição que pretende realizar os seus investimentos, e acompanhar como está o desempenho dela nos últimos anos. O acompanhamento do mercado também é muito importante para quem investe.

Há uma maneira de identificar o risco de crédito nas instituições, através do rating ou nota de crédito da instituição. O rating possibilita a avaliação do risco de crédito com base em uma classificação que indica como anda a solidez e a saúde financeira da instituição em questão.

Dessa maneira, a melhor estratégia é reunir todas as informações sobre a instituição que deseja aplicar o seu dinheiro e analisar se a performance da empresa é superior aos riscos de obter prejuízos no futuro.

Quais investimentos possuem a proteção do FGC?

Como já comentamos, os investimentos em títulos do Tesouro Direto são os mais seguros contra o risco de crédito. Já os títulos privados de renda fixa possuem um risco de crédito mais elevado. Mas, algumas opções possuem a segurança do FGC.

O FGC assegura a devolução do valor investido em situações de falência das instituições. Mas, há um limite estabelecido que é de R$ 250 mil por acumulação financeira e de R$ 1 milhão por CPF ou CNPJ.

As opções de investimentos que possuem a segurança do FGC são: CDB, Letras de Câmbio, RDB, LCI e LCA. Mas, devem obedecer os critérios estabelecidos pelo FGC, para que a devolução do valor seja executada.

Dessa maneira, a melhor forma de proteção é manter seus investimentos com valor inferior a R$ 250 mil para evitar os riscos de crédito. E também analisar a classificação de risco da instituição que emite o título.

Já os investimentos em debêntures, CRIs, CRAs, LIG e Fundos de Renda Fixa, não possuem a proteção do FGC.

É importante que o investidor leve em consideração todas as informações que envolvem o investimento escolhido e estabeleça se é a melhor opção com base em seis objetivos.

Insights finais

O risco de crédito pode afetar todo o capital do investidor, por isso é importante analisar muito bem em qual opção a instituição está aplicando o seu dinheiro. Entender o funcionamento do investimento e como anda o desempenho da instituição em questão é uma questão que deve ser analisada minuciosamente.

Não estamos livres dos riscos nos investimentos, mas, podemos equilibrá-los com a diversificação da carteira e procurando opções que possuam a proteção do FGC.

Mas, precisamos levar em consideração que os investimentos que são mais arriscados, são os que fornecem os maiores ganhos para o investidor. Mas, cada investidor sabe qual será a melhor escolha com base no seu perfil e com os seus objetivos financeiros.

Guru

Um Guru no mercado financeiro é aquele que sempre quer aprender a investir melhor...

Carteira Inteligente de Investimentos
Carteira Inteligente de Investimentos