Guru Hub
Glossário do Investidor - Termos de Investimento

Selic

A Selic (Sistema Especial de Liquidação e Custódia), é um índice econômico responsável pela taxa básica de juros do Brasil. Essa taxa é responsável pela regulação da inflação e certificar o gerenciamento da emissão de compra e venda dos títulos públicos.

A taxa selic é aplicada por instituições financeiras públicas e privadas para realizar os cálculos de juros, servindo como referência para os juros cobrados em financiamentos, empréstimos, etc.

O valor da Selic aponta o valor pago pelo governo com base nos juros para as instituições financeiras que negociam a compra de títulos públicos do Tesouro Nacional. A taxa é definida pelo Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central.

O Copom controla a taxa Selic com base nas probabilidades econômicas para que ocorra um equilíbrio do governo. Essa taxa é atualizada a cada 45 dias. Um exemplo é estimular o consumo diminuindo a taxa de juros, assim, influenciando o aquecimento da economia.

É através dos títulos públicos como o Tesouro Selic que o governo pode utilizar o valor emprestado do investidor para realizar melhorias na saúde, educação, construção de estradas etc.

As tabelas atualizadas da taxa Selic podem ser consultadas no site da Receita Federal.

Taxa Selic x Investimentos

A Selic tem um papel muito importante na renda fixa e também na renda variável. Quanta a taxa Selic está alta favorece as negociações em renda fixa e quando está baixa favorece as negociações na Bolsa de Valores.

Vamos entender com mais detalhes como a taxa influencia os investimentos em:

Títulos Públicos

Os títulos públicos são ofertados na plataforma do Tesouro Direto. O Tesouro Selic é o título atrelado à taxa Selic e pode render 100% da taxa de juros básica.

Os títulos que estão atrelados ao índice IPCA ou os prefixados também são impactados pela taxa Selic. Isso acontece porque a mudança da taxa básica repercute na inflação e nas taxas que são pré-definidas no Tesouro Direto.

O Tesouro Selic é um investimento muito seguro do mercado financeiro, com menores riscos de calote e com uma rentabilidade muito atrativa.

Poupança

A poupança também é influenciada com a Selic através da regra de rentabilidade. Quando a taxa está acima de 8,5% ao ano, a poupança rende 0,5% ao mês + TR ( taxa referencial). Agora, se a Selic estiver igual ou abaixo, o rendimento será de 70% + TR.

Já os cenários de taxa básica menor que a caderneta podem indicar riscos de rentabilidade negativa, assim, sofrendo perdas para a inflação.

CDB, LCI e LCA

O CDB (Certificado de Depósito Bancário), LCI (Letras de Crédito Imobiliário) e LCA (Letras de Crédito do Agronegócio), possuem a rentabilidade atrelada ao índice CDI. Mas, o CDI possui o valor aproximado à Selic, ou seja, também são influenciados pela taxa Selic.

Como a taxa Selic influencia a vida financeira dos brasileiros?

A taxa Selic é utilizada como um critério para indicar os custos das linhas de crédito. Sendo assim, quando a Selic aumenta causa impactos nos juros de crédito, cheque especial e os parcelamentos se tornam mais caros.

Quanto a Selic diminui, as taxas de juros tendem a cair, assim, deixando o crédito mais acessível para os brasileiros.

Quando os empréstimos e financiamentos se tornam mais caros, geralmente aumentam os custos com os serviços e os produtos. E isso ocasiona uma diminuição no poder de compra dos brasileiros.

O aumento da taxa Selic é interessante para os investidores da renda fixa em comparação com a poupança.

Insights finais

O aumento da taxa Selic é interessante para os investidores da renda fixa em comparação com a poupança.

A taxa Selic é muito importante para a economia do nosso país. Ela pode influenciar a vida dos brasileiros de formas positivas ou negativas. A alta ou baixa desta taxa pode avançar a economia ou reduzi-la.

Para os investidores é uma forma de investir na renda fixa com segurança e sem riscos de calote. Mas, geralmente os ganhos não são altos.

Os investimentos da renda fixa atrelados à Selic são uma boa opção para aqueles investidores conservadores, que não querem correr riscos de perdas. Já os investidores que almejam ganhos maiores, a renda variável é a melhor opção de investimento, mas, levando em consideração que haverá riscos de perdas.

A diminuição da Selic pode ocasionar boas oportunidades para os investimentos ou especulações. Cabe ao investidor definir quais são as suas estratégias e se encaixam neste tipo de investimento.

Uma boa maneira de equilibrar os ganhos e perdas é a diversificação da carteira do investidor. Sendo assim, o investidor precisará escolher bem os seus investimentos para que este equilíbrio aconteça.

🏆➜ Avalie nosso conteúdo:

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Seja o primeiro a avaliar!

Guru

Um Guru no mercado financeiro é aquele que sempre quer aprender a investir melhor...

Guru APP