Guru Hub
Glossário do Investidor - Termos de Investimento

S&P500

O índice S&P 500 foi criado em 1957 pela Standard & Poor’s, para indicar qual o cenário das maiores empresas norte-americanas.

Ele é composto pelas 500 maiores empresas que possuem ações com negociação na bolsa de Nova Iorque e na Nasdaq.

Cada ação composta neste índice possui um peso conforme a sua dimensão no mercado, liquidez e desempenho do grupo industrial.

O S&P 500 possui forte influência na economia mundial, pois reflete com exatidão a performance da economia norte-americana.

Como uma empresa pode fazer parte do S&P 500?

As empresas que almejam fazer parte deste índice devem cumprir algumas condições:

  • Ter sede nos Estados Unidos;
  • Valor de mercado a partir de US$ 8,2 bilhões;
  • Alta liquidez;
  • Possuir um free-float de 50%;
  • O menor valor de negociação deverá ser de US$ 250 mil por período;
  • Possuir negociações das ações nos últimos 6 meses nas bolsas americanas;
  • Dispor de lucros no último trimestre e na soma dos últimos 4 trimestres.

Para uma empresa conseguir entrar ou se manter para este grupo exclusivo não é simples.
Existe um comitê que realiza reuniões mensais para analisar quesitos que podem influenciar essas empresas e se necessário o comitê poderá incluir ou excluir uma empresa do índice.

Esse índice é calculado com referência no tamanho de cada uma das empresas. Se a ação de uma empresa passar por oscilações no valor, o investidor saberá como será a repercussão no índice inteiro.

Quais empresas estão no S&P 500?

Vamos conhecer algumas empresa que participam do S&P 500:

  • Microsoft – peso de 4,2%;
  • Apple – peso de 3,9%;
  • Amazon – peso de 3,0%;
  • Facebook – peso de 1,8%;
  • Berkshire Hathaway – peso de 1,6%.

Como investir no S&P 500?

Há alguns tipos de investimentos indexados ao índice S&P 500. Aqui no Brasil o investidor poderá investir em:

ETF

ETF (Exchange Traded Fund), fundos negociados em bolsa. Estes fundos funcionam com cotas que são negociadas como se fossem ações na Bolsa de Valores.

Existem duas opções de ETFs relacionadas ao índice S&P 500:

  • IVVB11 (iShares S&P 500);
  • SPX11 (It Now S&P 500).

Para investir em ETFs os investidores precisam possuir uma conta em uma corretora de valores.

Fundos de Investimentos

Estes fundos de investimentos possuem especialistas para a tomada de decisões.

Nesta opção o investidor terá em sua carteira ações do S&P 500 e de outros ativos que o especialista achar que são viáveis para a sua lucratividade.

Corretora de valores nos Estados Unidos

Outra maneira de realizar investimentos no índice S&P 500 é abrir uma conta em uma corretora de valores americana.

Mas, vale ressaltar que estas corretoras são muito burocráticas. E o investidor precisará traduzir documentos e declarar o IR (Imposto de Renda) no Brasil e nos Estados Unidos.

Futuro S&P 500 na B3

Este investimento possui semelhança com o contrato futuro a ao mini S&P 500 que são negociados no CME Group. Estes investimentos autorizam o investidor a negociar hoje, a possibilidade de valores futuros para a carteira de ações deste índice.

Este mercado é conhecido como derivativo, e exige que o investidor tenha muita experiência neste tipo de operações por seu considerado um investimento muito arriscado.

Investir no exterior é vantajoso para aquele investidor que não quer passar por oscilações que envolvem as crises econômicas e políticas do Brasil. Assim, evitando que seus investimentos sejam afetados e lucrando com o cenário econômico americano.

Insights finais

Investir no S&P 500 é uma boa alternativa para a diversificação da carteira de um investidor. Além de ser o índice composto pelas melhores empresas com negociações nas bolsas de valores dos Estados Unidos.

Mas, o investidor deve levar em consideração os impostos e burocracias dos Estados Unidos. E verificar se este tipo de investimento se encaixa em suas estratégias e objetivos financeiros.

Todos os investimentos em renda variável possuem riscos e cabe a cada investidor assumir os riscos ou não.

Então, para aqueles investidores que desejam assumir os riscos devem levar em consideração a sua experiência no mundo dos investimentos. Os iniciantes ainda não estão prontos para este tipo de investimento.

🏆➜ Avalie nosso conteúdo:

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar!

Guru

Um Guru no mercado financeiro é aquele que sempre quer aprender a investir melhor...

Guru APP