Guru Hub
Glossário do Investidor - Termos de Investimento

Stablecoins

As Stablecoins surgiram em 2014, são moedas digitais e seu valor é originado de um ativo. Que pode ser o euro, dólar, ouro, prata ou commodity.

As criptomoedas chegaram para revolucionar a economia, e cada vez mais ganham espaço em todo o mundo.

Mas, precisamos ficar atentos às grandes oscilações dessas moedas que mudam seus valores em questão em poucos segundos.

As stablecoins operam através do blockchains e representam uma moeda fiduciária. Seu resgate é realizado através de contas bancárias e são representados por tokens criptográficos.

Aqueles investidores que pretendem investir em criptomoedas precisam analisar bem se elas são estáveis por um longo período de tempo. A estabilidade indica a valorização das moedas no futuro.

A moeda fiduciária tem seu valor garantido pelo governo e a responsabilidade pela emissão é do banco central do país.

As criptomoedas não possuem emissão através do Estado. Mas, são frágeis aos acontecimentos do mercado. Sendo uma ótima opção para aqueles que procuram oportunidades em serviços financeiros.

As criptomoedas cada vez mais ganham espaço nos setores privados. Um exemplo é a utilização das criptomoedas pelo PayPal, que utiliza essa forma de pagamento em suas ferramentas.

É uma questão de tempo para que as criptomoedas sejam introduzidas em nosso dia-a-dia. Essas criptomoedas estão cada vez mais em transformação e com certeza são o futuro em negociações financeiras.

Quais as categorias das Stablecoins?

Há algumas categorias de stablecoins circulando no mercado. Vamos conhecê-las:

Stablecoin Centralizadas

Esta categoria é a principal de stablecoins. Ela é centralizada por uma moeda fiduciária que pode ser o dólar ou o euro.

O funcionamento deste tipo de categoria é realizado de uma forma muito simples. Cada token da criptomoeda é igual a uma unidade de moeda fiduciária. Esse processo é mantido em uma conta bancária para mais segurança e garantia.

O mais famoso desta categoria é o Tether (USDT), sendo a terceira maior criptomoeda por capitalização existente no mercado. Também possui as maiores quantidades de negociações diárias em relação às outras criptomoedas.

Stablecoins cripto-colateralizada

Essa categoria de criptomoeda é descentralizada com apoio de outras criptomoedas. Isso a torna mais segura e com processos transparentes.

Este tipo de criptomoedas possuem poucos riscos por não serem controladas por alguma entidade. Além de possuírem uma conversão veloz e econômica, assim, gerando maior liquidez.

Mas, essa categoria de criptomoeda ainda não se tornou muito popular. O Dai é a criptomoeda mais utilizada nesta categoria e o mais vantajoso.

Stablecoin não-colaterizada

Esta categoria não possui garantias, sendo, a maneira mais descentralizada e independente por não ser vinculada a nenhum ativo.

Mas, essas criptomoedas necessitam de algum tipo de desenvolvimento para serem bem sucedidas.

Este tipo possui grandes riscos de perdas por não possuírem garantias na liquidação das moedas. Caso ocorra uma crise o valor poderá ser perdido.

Qual a diferença entre Stablecoins e Bitcoins?

Bitcoin é a mais famosa das criptomoedas, e seu valor sofre grandes oscilações de alta e de queda constantemente. Quem negocia este tipo de criptomoeda precisa estar em constante atenção para trocar seus tokens no momento exato.

Já as stablecoins possuem valor parecido com as moedas fiduciárias. Elas não sofrem grandes oscilações de valores conforme o cenário do mercado, assim, sendo muito atrativas para aqueles que querem realizar negociações em criptomoedas.

Ainda há muita insegurança quando falamos de Bitcoins, por possuírem riscos em relação aos seus compradores e por situações financeiras que podem ser iniciadas com muita facilidade.

A maioria das pessoas que compram Bitcoins não a utilizam constantemente, a meta destas pessoas é esperar o melhor momento de obter lucros com a venda dos Bitcoins no momento certo. Já as stablecoins possuem estabilidade em seus valores, podendo ser utilizadas de forma constante e com segurança.

É claro que o Bitcoin ainda é a criptomoeda mais utilizada no momento, mas, outras criptomoedas estão surgindo e ganhando espaço por estarem melhor posicionadas. As stablecoins estão evoluindo em sua tecnologia de blockchain e criptografia, é só uma questão de tempo para ganharem mais destaque no mercado.

Quais são as negociações realizadas no exterior?

A maioria das pessoas ainda são inseguras em relação às negociações no exterior. Muitas questões ainda não são esclarecidas e há muita falta de informação.

Outro ponto importante a ser destacado são as cobranças de taxas exorbitantes para as negociações no exterior. Muitas pessoas desistem destas negociações por não serem viáveis.

Mas, as negociações através das stablecoins são de fácil utilização. Qualquer pessoa pode transferir dinheiro para outro país de forma muito simples.

As stablecoins podem ser utilizadas para:

  • Pagamentos de salários para estrangeiros ;
  • Recebimento de remuneração do exterior;
  • Transferência de dinheiro para familiares e amigos com taxas baixas;
  • Uso de corretoras de criptomoedas internacionais que não recebem o Real.

Para aquelas pessoas que possuem negociações em outros países, uma boa dica é possuir uma reserva de stablecoins para futuras negociações.

Insights finais

As criptomoedas estão ganhando mais espaço no mercado. Neste mundo de mudanças em que vivemos a utilização das criptomoedas em nosso dia-a-dia será uma questão de tempo.

Criptomoedas como as Stablecoins estão chegando para revolucionar as negociações financeiras, e a utilização do dinheiro físico está cada vez mais próximo de acabar.

Essa tecnologia veio para ficar e revolucionar a maneira como realizamos nossos pagamentos ou recebimento de dinheiro.

Mas, é sempre importante entender e analisar bem o funcionamento das criptomoedas, para que não ocorra riscos financeiros.

🏆➜ Avalie nosso conteúdo:

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Seja o primeiro a avaliar!

Guru

Um Guru no mercado financeiro é aquele que sempre quer aprender a investir melhor...

Guru APP