Guru Hub
Glossário do Investidor - Termos de Investimento

Value at Risk – VaR

O Value at Risk ou Var refere-se a um indicador de risco que considera a perda máxima possível de um investimento em um período de tempo e intervalo de confiança estabelecido.

O VaR possui um cálculo que analisa a exposição ao risco financeiro dos ativos em um período de tempo especificado.

A utilização desse indicador possibilita estabelecer os riscos cumulativos de ordenações associadas e conservadas por diferentes mesas de negociações e setores das instituições.

Os dados fornecidos pelo VaR, também podem indicar se as instituições financeiras dispõem de reservas de capital capazes de cobrir as perdas ou se os riscos estão acima do tolerável, assim, possibilitando que ocorra uma diminuição das participações centralizadas.

O VaR pode ser utilizado para os investidores, grandes empresas e seu cálculo pode ser realizado para apenas um ativo ou para vários ativos de uma única empresa.

Como realizar o cálculo do VaR?

Para que o VaR seja calculado é necessário levar em consideração alguns fatores como a estimativa de perda máxima que refere-se ao montante total de uma carteira que pode sofrer riscos de perda.

Também precisamos analisar o horizonte de tempo, ou seja, o período de tempo que será analisado que deverá ser de no mínimo um mês.

E por último precisamos analisar o nível de confiança que é o nível de cobertura estatística que o VaR pode abranger que deve ser de no mínimo 95% de confiança.

Dessa forma, podemos usar dois métodos para avaliar o Value at risk: o VaR Paramétrico e o VaR Histórico.

VaR Paramétrico

O VaR Paramétrico ou método analítico refere-se a um cálculo que usa a lucratividade apreciada e presume que os dados coletados irão seguir uma divisão normal.

Dessa forma, quando temos a rentabilidade almejada e o risco histórico definido podemos realizar o cálculo do VaR pela fórmula:

VaR = | R – zδ | V

  • R – Retorno Esperado;
  • z – Valor ligado a um estipulado nível de importância;
  • δ – Desvio padrão de rentabilidade;
  • V – Valor do investimento.

VaR Histórico

O VaR Histórico refere-se a um cálculo que elimina as suposições e aproximação do retorno dos ativos. Assim, para a realização desse modelo de cálculo onde o objetivo é obter as possíveis perdas financeiras de um investimento, usamos como apoio o rendimento histórico dos retornos.

Quais as vantagens da utilização do VaR?

Todos os investidores independentemente do seu perfil do investidor devem entender o funcionamento do VaR para auxiliar em suas estratégias e analisar quais são os riscos envolvidos.

O VaR tem uma grande vantagem de ter uma compreensão de forma simples, onde o investidor pode analisar os riscos por meio dos valores mensurados em porcentagens ou em unidades de preço.

Outro ponto importante é que o VaR indica os posicionamentos e as volatilidades de forma mensal, possibilitando uma análise completa dos riscos envolvidos.

O VaR pode ser relevante para ações, moedas, derivativos, títulos etc. Também pode ser relevante para instituições financeiras e bancos para ponderar a lucratividade e os riscos de investimentos distintos e alocar o risco com base no VaR.

O VaR é utilizado mundialmente para auxiliar na tomada de decisão na compra, venda ou recomendações de ativos. Mas, é necessário utilizar outros indicadores para uma melhor e mais precisa análise.

Insights Finais

Utilizar indicadores é uma estratégia inteligente que todo investidor deve utilizar para que as suas negociações na Bolsa de Valores sejam mais assertivas e para equilibrar os riscos que podem surgir.

Mas, é essencial conhecer bem todos os funcionamentos desses indicadores para que a sua análise seja precisa. Dessa forma, é essencial que o investidor estude e acompanhe o cenário econômico para o seu sucesso financeiro.

🏆➜ Avalie nosso conteúdo:

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar!

Guru

Um Guru no mercado financeiro é aquele que sempre quer aprender a investir melhor...

Guru APP