Guru Hub
Glossário do Investidor - Termos de Investimento

Venda a descoberto – O que é, significado e definição

A venda a descoberto também é chamada de “short selling” e é uma opção de investimento com o objetivo de lucros. Esse investimento possibilita ao investidor vender um ativo ou derivativos que não possui em sua carteira, para depois recomprar o ativo por um valor menor, assim, obtendo lucro.

Esse tipo de investimento possibilita boas oportunidades de lucros mesmo se um ativo estiver em tendência de baixa. Alguns investidores, principalmente os iniciantes, pensam que só podem lucrar na Bolsa de Valores com o aumento dos ativos, mas, precisam entender que existem boas opções de ganhos com a bolsa em queda.

A renda variável possui um bom leque com variedades de investimentos que se adequam às estratégias de qualquer investidor. Basta saber analisá-los e aplicá-los de forma correta.

Os investidores geralmente realizam lucros com a valorização dos ativos. Por exemplo, quando um investidor compra ações por R$80,00 e as vende por R$92,00, tem o lucro de 12 reais por cada ação em negociação.

Mas, quando os ativos estão em queda, o investidor poderá vender os ativos que não estão em sua carteira por R$80,00 e depois comprá-lo por R$68,00. Assim, o lucro será o mesmo da valorização, mas, desta maneira o lucro será com a venda a descoberto.

Como funciona a venda a descoberto?

Para que o investidor inicie suas negociações na venda a descoberto ele deverá pegar um ativo emprestado. Depois da venda realizada, o investidor terá o valor do empréstimo de volta depois de finalizar a negociação de compra do ativo.

Esse processo de empréstimo pode acontecer de duas maneiras. Uma delas é através do suporte de uma instituição financeira em negociações de day trade, assim, a negociação é concluída no mesmo pregão com a sua liquidação no mesmo dia.

A outra opção é realizar o aluguel de ações. Essa opção é utilizada para o investidor que deseja autonomia de tempo, assim, utilizando os ativos de outro investidor para a realização de suas vendas. No final das negociações, o investidor poderá realizar a compra novamente do ativo e em seguida devolver o que foi alugado.

Estas opções dependem das regras de cada instituição. Geralmente elas pedem algum tipo de garantia do investidor para prevenir possíveis riscos de perdas significativas.

Quais as vantagens e desvantagens da venda a descoberto?

A principal vantagem da venda a descoberto é obter bons lucros com a queda de ativos. Sem este modelo de investimento os especuladores não conseguiriam obter lucratividade em períodos de desvalorizações na renda variável.

Investimentos nesta modalidade ajudam os investidores em momentos como este em que estamos passando por cenários negativos no mercado.

Outra vantagem deste modelo de investimento é a opção de realizar suas operações impulsionadas. Ou seja, além dos ativos utilizar dinheiro que não está em caixa para a especulação.

A margem de garantia possibilita que o especulador negocie valores acima do que tem. Sendo assim, a apuração pode ser superior, pois as negociações podem possuir até 5 vezes mais do que o valor inicial.

Mas, o investidor deve levar em consideração que as negociações com alavancagens podem mudar de acordo com cada instituição financeira.

No entanto, a alavancagem também possui as suas desvantagens na venda a descoberto por possuir grandes riscos com a perda de valores que não são seus.

Os custos com o aluguel das ações e possíveis taxas de corretagem também podem ser uma desvantagem para o investidor. Sendo assim, o investidor precisará levar em conta todos os quesitos neste tipo de negociação e avaliar se são uma boa opção conforme os seus objetivos.

Qual o perfil do investidor em venda a descoberto?

O investidor deste tipo de investimento precisa ter um perfil arrojado, pois precisará encarar riscos maiores na renda variável.

A renda variável sofre muitas oscilações e o investidor precisa entender que nem sempre o mercado vai agir conforme as suas estratégias.

Durante as crises econômicas, o investidor poderá passar por perdas expressivas de dinheiro e precisará recomprar os ativos para devolvê-los. Então, o investidor precisa ter estratégias definidas para equilibrar os riscos que podem surgir, que podem ser através de ferramentas como o stop loss (ordem de venda programada para agir de acordo com os valores estabelecidos pelo investidor).

Sendo assim, o investidor precisará entender qual é o seu perfil. Se ainda é iniciante precisará estudar muito para realizar negociações em venda a descoberto. Talvez a melhor opção seja começar devagar e equilibrar seus investimentos com a renda fixa.

Insights finais

A venda a descoberto é uma ótima opção para aquele investidor que possui estratégias com a queda na bolsa. Sendo assim, a venda a descoberto é uma estratégia eficiente para os especuladores que lucram com a valorização e a desvalorização dos ativos.

Mas, vale lembrar que este investimento possui grandes riscos e alguns custos que devem ser levados em conta na hora de definir suas estratégias.

Realizar negociações em renda variável não é simples, mas oferece boas oportunidades de lucratividade. Então, cabe ao investidor analisar e definir com sabedoria quais são os seus objetivos.

🏆➜ Avalie nosso conteúdo:

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar!

Guru

Um Guru no mercado financeiro é aquele que sempre quer aprender a investir melhor...

Carteira Inteligente de Investimentos
Carteira Inteligente de Investimentos