Guru Hub
Juros compostos: o que são e como utilizar ao investir

Juros compostos: o que são e como utilizar ao investir

Muitos já devem ter ouvido falar sobre os juros compostos, mas não possuem o conhecimento sobre seus benefícios na vida financeira.

Muitos já devem ter ouvido falar sobre os juros compostos, mas não possuem o conhecimento sobre seus benefícios na vida financeira na utilização para investir.

Sabendo de sua importância, abordaremos neste artigo os investimentos que são influenciados pelos juros compostos, além de apresentar seu significado e como realizar os cálculos.

O que são juros compostos?

Basicamente, os juros compostos são juros aplicados sobre juros, possibilitando um aumento no rendimento de forma significativa. Por causa disso, eles costumam ser muito úteis no mercado financeiro e na utilização da matemática financeira.

Um exemplo sobre o uso dos juros compostos é a aplicação nas contas vencidas no mês. A dívida sofre um aumento por causa dos juros que começam a incidir sobre os juros já existentes.

Apesar dos juros compostos apresentarem um resultado negativo para o devedor, este tipo de cálculo pode ser um grande aliado para quem busca investir seu dinheiro em aplicações financeiras. Isto é, quando se tem uma boa organização financeira, é possível se favorecer com os juros.

Como calcular os juros compostos?

No primeiro momento, o cálculo dos juros compostos pode ser considerado complicado. Vamos explicar como fazer esta conta e você vai perceber como o procedimento é simples.

Veja qual é a fórmula para calcular os juros:

M = C (1+i)^t

Sendo:

  • M: capital acrescido de juros, conhecido como montante final
  • C: valor inicial da dívida, caracterizado como capital aplicado
  • i: uma taxa de juro (%)
  • t: tempo

Vamos supor que você realizou uma aplicação de 8.000 reais, com uma taxa de 1% ao mês, no período de seis meses.

Confira o cálculo realizado com a fórmula dos juros compostos:

  • Montante = capital x (1 + taxa de juro) elevado ao período de tempo definido
  • Montante = 8.000 x (1 + 0,01)⁶
  • Montante = 8.492,12

É interessante enfatizar que não é preciso decorar a fórmula para o cálculo. Atualmente, você encontra várias ferramentas pela internet que podem ser utilizadas para o cálculo dos juros compostos. Uma delas é a Calculadora do Cidadão, uma ferramenta gratuita do Banco Central. Conforme o exemplo acima, após o período de seis meses, você terá em mãos 8.492,12 reais, sendo que os 492,12 reais são decorrentes aos juros compostos. E claro, quanto mais tempo você deixar este dinheiro aplicado, maior será o rendimento.

Diferença entre juros simples e juros compostos

Os juros simples costumam ser utilizados em situações de curto prazo, por exemplo, um empréstimo de dinheiro para um amigo ou familiar. Então, os juros incidem apenas sobre o valor principal, e não sobre os juros gerados a cada mês.

Já os juros compostos são os juros de um determinado período que serão somados ao capital e utilizados para o cálculo de novos juros do período seguinte.

Para mais esclarecimentos sobre a diferença entre juros simples e os juros compostos, veja um exemplo prático das duas situações.

Juros simples

Fórmula: C.i.t

Onde:

  • C: capital inicial
  • i: taxa de juro
  • t: tempo

Juros simples: R$ 10.000 x 0,01 x 10 = R$ 1.000

Total: R$ 11.000

Juros compostos

Fórmula: M = C (1+i) ^ t

Juros compostos: 10.000 x (1 + 0,01) elevado a 10

Total: R$ 11.046,20

Com os juros compostos, o capital teve um aumento a cada mês, apresentando um melhor resultado no período. Mas, é claro, precisamos sempre ter em mente que esta situação pode ser tanto positiva quanto indesejada.

Conheça os investimentos que utilizam os juros compostos

Existem vários tipos de investimento que utilizam os juros compostos como forma de remuneração. Os mais conhecidos são as aplicações em renda fixa, por meio das quais os investidores se beneficiam com os resultados obtidos no longo prazo.

CDB – Certificado de Depósito Bancário

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é um título emitido por bancos que usam este capital para financiar suas atividades. Ao final do período, a instituição financeira devolve o valor acrescido de juros.

Os juros utilizados neste título de renda fixa podem sofrer uma variação entre as instituições. Normalmente, os juros do CDB são atrelados ao Certificado de Depósito Interbancário (CDI).

Tesouro Direto

Os títulos do Tesouro Direto são uma possibilidade para as pessoas que desejam aplicar seu dinheiro em ativos de baixo risco. Com ele, o investidor empresta seu dinheiro ao governo em troca de um rendimento atrelado à Taxa Selic ou ao IPCA.

Como o Tesouro Direto é um investimento oferecido pelo governo, não é possível encontrar variações dos juros entre as instituições financeiras. Neste caso, o investidor precisa ficar atento sobre as várias opções disponíveis, as taxas atreladas e o período de vencimento de cada um.

Portanto, o recomendado é que se faça uma pesquisa sobre o título público que melhor se adequa às suas necessidades do momento.

LCI (Letra de Crédito Imobiliário) e LCA (Letra de Crédito do Agronegócio)

As letras de crédito foram criadas para impulsionar as atividades do setor imobiliário (LCI) e do setor de agronegócio (LCA).

São investimentos isentos de imposto de renda para pessoa física, o que chama a atenção de muitos investidores.

Ações

A renda variável também funciona indiretamente com os juros compostos, mas para esta modalidade não é possível prever os rendimentos que obterá ao investir na bolsa de valores. Devido à ausência da previsibilidade, os juros compostos podem apresentar resultados negativos. Por exemplo, as ações que você investiu podem sofrer quedas em um determinado período.

Por causa deste cenário incerto, a renda variável demanda uma análise mais cuidadosa, mas, com uma boa estratégia, a renda variável pode ser considerada uma excelente opção. Os juros compostos podem ser grandes aliados em seus investimentos, mas também podem ser grandes inimigos quando o assunto é uma conta vencida. O segredo está em utilizar este mecanismo a seu favor. Aproveite os grandes benefícios dos juros compostos e fuja dos prejuízos que eles podem te causar.

Baixe o app Guru e acompanhe seus investimentos

O app Guru é um aplicativo gratuito de acompanhamento do mercado financeiro com diversos tipos de investimentos trazendo a Bolsa de Valores direto para o seu celular. Com o app é possível acompanhar todos os seus investimentos em tempo real. Guru é simples, intuitivo e de graça!

Guru. Invista do seu jeito, onde estiver.

🏆➜ Avalie nosso conteúdo:

Média da classificação 4.9 / 5. Número de votos: 13

Seja o primeiro a avaliar!

Guru

Um Guru no mercado financeiro é aquele que sempre quer aprender a investir melhor...

Guru APP