Guru Hub
B3 lança opções de ações e ETFs com vencimentos semanais

B3 lança opções de ações e ETFs com vencimentos semanais

O lançamento dos contratos será no dia 29 de janeiro para 15 ativos.

No próximo dia 29 de janeiro, a B3 introduzirá uma inovação em seu portfólio de produtos financeiros: contratos de opções semanais para ações e ETFs (fundos de índices). Estes contratos terão vencimento a cada sexta-feira, proporcionando mais opções de negociação aos investidores.

Essa nova oferta abrangerá quinze ativos, que contarão com vencimentos programados para cada semana do mês corrente. Por outro lado, as opções com vencimento mensal continuarão a seguir o cronograma habitual, com vencimentos na terceira sexta-feira de cada mês.

Os procedimentos operacionais, incluindo os horários de negociação e de exercício para as opções semanais, serão os mesmos já estabelecidos para as opções mensais. Isso inclui as regras de negociação, liquidação e o exercício automático. Além disso, a B3 permitirá a solicitação de aberturas de novos vencimentos, limitadas a um período máximo de dois meses.

A B3 também estabeleceu que a criação de novas séries de opções ocorrerá tanto no próprio dia da solicitação (D+0) quanto no dia seguinte (D+1), sendo realizadas até 3 e até 4 dias úteis antes do vencimento.

Os contratos de opções são instrumentos financeiros que concedem aos detentores o direito de comprar ou vender um ativo a um preço fixo previamente acordado. A B3 ressalta que este novo lançamento tem como objetivo proporcionar aos investidores mais flexibilidade para executar estratégias de curta duração, aproveitando acontecimentos pontuais do mercado financeiro. Adicionalmente, a iniciativa da B3 de lançar opções com vencimentos semanais oferece a possibilidade de engajamento em operações com prêmios menores. Isso é particularmente vantajoso, visto que operações com prazos mais longos até o vencimento tendem a incorporar maiores incertezas, o que pode refletir em custos elevados.

Em consonância com as práticas já estabelecidas no mercado financeiro internacional, a B3 está ajustando o cronograma de vencimento de seus contratos de derivativos. A mudança estipula que estes contratos agora terão seus vencimentos em todas as sextas-feiras de cada mês. Esta alteração representa uma evolução em relação ao sistema anterior, onde os vencimentos ocorriam exclusivamente na terceira sexta-feira de cada mês. Esta iniciativa visa a oferecer maior flexibilidade e alinhamento com as tendências globais do mercado de derivativos.

Ativos que passam a ter opções com vencimentos semanais

Código de negociaçãoCompanhia ou Índice
ABEV3Ações ordinárias da Ambev
B3SA3Ações ordinárias da B3
BBAS3Ações ordinárias do Banco do Brasil
BBDC4Ações preferenciais do Bradesco
BHIA3Ações ordinárias do Grupo Casas Bahia
BOVA11ETF – iShares Ibovespa Fundo de Índice
BOVV11ETF It Now Ibovespa
GGBR4Ações preferenciais da Gerdau
HAPV3Ações ordinárias da Hapvida
ITUB4Ações preferenciais do Itaú Unibanco
MGLU3Ações ordinárias do Magazine Luiza
NTCO3Ações ordinárias da Natura
PETR4Ações preferenciais da Petrobras
SUZB3Ações ordinárias da Suzano
VALE3Ações ordinárias da Vale
Fonte B3

Como investir em opções?

Investir em opções é uma forma de especulação no mercado financeiro onde o investidor adquire o direito, mas não a obrigação, de comprar ou vender um ativo base (como ações) por um preço pré-definido (conhecido como preço de exercício ou ‘strike’), até uma data específica.

Nesse contexto, o comprador de uma opção busca lucrar com a variação do preço do ativo subjacente. Ao adquirir uma opção, este investidor paga um valor, denominado prêmio, ao vendedor, o que lhe concede o direito mencionado, mas não a obrigação de efetuar a compra ou venda.

Por outro lado, o vendedor de uma opção espera lucrar com o prêmio recebido, assumindo o risco de que o comprador possa exercer seu direito. Se o preço do ativo subjacente não se mover de forma favorável para o comprador da opção, este pode optar por não exercer o direito, e o vendedor retém o prêmio, semelhante ao funcionamento de um seguro.

No caso de uma opção de compra (‘call’), se o preço do ativo no mercado, no momento do vencimento do contrato, for superior ao preço de exercício, o comprador pode lucrar com a diferença. Se for inferior, o comprador perde o prêmio pago.

Em contrapartida, na opção de venda (‘put’), se o preço de mercado ao vencimento for inferior ao preço de exercício, o comprador pode lucrar com a diferença entre ambos. Se for superior, o comprador perde o prêmio investido.

🏆➜ Avalie nosso conteúdo:

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Seja o primeiro a avaliar!

Guru

Um Guru no mercado financeiro é aquele que sempre quer aprender a investir melhor...

Carteira Inteligente de Investimentos
Carteira Inteligente de Investimentos