Guru Hub
E tem que aposte em juros a 11%; Copom se reune nesta semana

E tem que aposte em juros a 11%; Copom se reune nesta semana

Banco Central se reúne para decidir nova Selic, investidores apostam que o aumento deverá ser mais forte

Semana vai ser PUNK! 👇🏻

E teve gente que nos meses anteriores não especulavam o juro acima de 8%, e agora já pensam em acima de 11%. Tem inflação acima do esperado em setembro, PEC dos precatórios, Auxílio Brasil, Crise Hídrica, Furo no teto de gastos, e assim por diante.

Os desdobramentos da última semana precipitaram uma nova onda de fortes revisões da taxa básica de juros (SELIC) para cima.

As corretoras mais conservadoras também já prevêm uma alta maior nessa reunião, e também uma crescente mais rápida da taxa de juros.

Por trás da nova visão está o aumento do risco às contas públicas que afrouxar o teto de gastos traz, na visão dos investidores, e, principalmente, o dólar mais alto que esse receio causa, o que tem impacto direto na inflação.

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central se reúne nesta semana para anunciar a nova Selic, na quarta-feira (27). A taxa que hoje está em 6,25% pode chegar até quase a 8%, na visão de muitos especialistas. Se confirmado, será o primeiro aumento de mais de 1 ponto de uma só vez que o BC faz na taxa básica desde 2003.

Juros acima de 10% já no ínicio de 2022

Se, até aqui, a maioria dos economistas apostava que ela iria parar entre 8,5% e 9,5% até o começo do ano que vem, agora as apostas abaixo do 9% minguaram e já há até aqueles que falam da taxa passando dos 10%.

A meta para a inflação no ano que vem é de 3,5%, mas as projeções dos economistas já estão falando em valores acima dos 4%.

Com o dólar agora voltando a pressionar, essas expectativas devem piorar ainda mais – e é para conseguir colocar estes 4% de volta para perto da meta de 3,5% até o fim do próximo ano que o BC vai se vendo obrigado cada vez mais a cogitar uma Selic maior.

Leia também ✔️  Fundo de ações: O que é, como funciona e como investir?

Atualmente, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) está acima dos 10% em 12 meses.

E o Dólar?

Dificilmente o dólar voltará para a casa dos R$ 5,20, e isso empurra o preço dos combustíveis, gás e muitos outros produtops/serviços que influenciam diretamente o mercado nacional. Na medidad que mais instabilidades são geradas, o real perde força frente à moeda americana e a inflação sai da régua, puxando o juros.

E a bolsa de valores perde atratividade?

Há muitos que dizem que sim, e outros com pensamentos de que nessas horas que podemos ganhar altos retornos já que os papéis estão em níveis baixos de cotação. è aquele velho dilema de quem não arrisca não petisca, e nesse caso, muitos papéis principalmente das techs estão baratos e podem ser ótimas alternativas para quem conhece o mercado e pode arriscar.

bolsa de valores brasileira de fato está em níveis que entregam valores de ativos baratos, mesmo com as empresas se mantendo sólidas e com grande potencial de alavancagem.

melhor estratégia talvez seja manter uma grana em caixa para conseguir comprar oportunidades que apareçam – tanto nos títulos de renda fixa, com os juros mais altos, quanto na renda variável, com as ações em desconto.

Na verdade as oportunidades não migram só porque o juros aumenta.

Este é o grande ponto!

Acompanhe o Guru no Instagram porque lá a gente faz chover informações valiosas para os investidores, além de trazer as maiores altas e baixas sempre que você precisar.

Ah.. além disso, nosso App (Guru APP) é referência para você trazer todos os seus investimentos num lugar só trazendo a bolsa de valores na palma da sua mão. Você pode acompanhar o mercado, investir em Ações, Fiis, BDRs, Etfs e muito mais.

Todo investidor precisa ter no seu smartphone.

🏆➜ Avalie nosso conteúdo:

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 10

Seja o primeiro a avaliar!

Guru

Um Guru no mercado financeiro é aquele que sempre quer aprender a investir melhor...

Guru APP