Guru Hub
Tesouro IPCA x Tesouro Selic: qual a melhor opção nesta conjuntura?

Tesouro IPCA x Tesouro Selic: qual a melhor opção nesta conjuntura?

Prazo da aplicação e alguns fatores devem ser levados em consideração

Nos últimos dias podemos ver na plataforma do Tesouro Direto, títulos com vencimento em 2016 que pagam IPCA+ 5,30% ao ano. Ao mesmo tempo, quem comprasse um título do Tesouro Selic, com vencimento em 2027, levava para casa uma aplicação reajustada pela taxa Selic, mais um juros adicional de 0,2024% sobre a taxa básica da economia.

Qual seria o mais indicado, neste momento, em que a taxa Selic está em alta e a inflação, embora em nível elevado, dá alguns sinais de gradual desaceleração?

Antes de falar um pouco mais dos fatores que podem influenciar essa decisão, vamos analisar alguns títulos comercializados na plataforma do Tesouro Direto:

TítuloRendimentoVencimento
Tesouro Selic 2024Selic+0,0630%01/09/2024
Tesouro Selic 2027Selic+0,2024%01/03/2027
Tesouro IPCA + 2026IPCA+5,30%15/08/2026
Tesouro IPCA + 2035IPCA+5,60%15/05/2035
Fonte: Tesouro Direto

Perceba que para vencimentos mais longos os títulos ganham taxas maiores mas que carregam consigo dúvidas sobre a movimentação real dos dois agregadores: IPCA e Selic.

Como escolher?

Antes de mais nada precisamos ter em mente qual será o propósito da aplicação e por quanto tempo desejará deixar o dinheiro nestes ativos.

Se o objetivo for mais liquidez, os títulos atrelados a Selic são melhores avaliados já que oferecem menos risco, mais segurança e liquidez imediata, além de rentabilidade atraente com o cenário de Selic ainda em alta.

Se o objetivo for a compra de um imóvel no futuro e a expectativa for de não resgatar antes do vencimento, os títulos atrelas a inflação são os melhores avaliados, já que pagam um juro real e estão menos vulneráveis a rampadas repentinas da Selic como vimos neste último ano. E como já dito a cima, mesmo com sinais de estagnação da taxa, ainda sim o IPCA está em nível elevado, tornando-o mais atraente.

Leia também ✔️  Touro da B3 é removido após determinação da Prefeitura de São Paulo

Qual a melhor opção?

Pelas características de remuneração de cada um, é importante olhar o horizonte de inflação e juros. A expectativa do mercado, segundo o boletim Focus, é que a inflação acumule alta de 5,50% em 2022.

Essa seria a correção monetária de referência para quem compra o IPCA+2026, que já garante um juro real prefixado de 5,30%. A soma de correção e juro daria um ganho nominal total de 10,80% ao ano. Já a remuneração do título atrelado à Selic poderia chegar próxima de 13% ao ano, pelas previsões do mercado financeiro, em um cenário que a inflação estaria em baixa.

Descontada a inflação projetada de 5,50% para 2022, a Selic nesse nível poderia conceder um juro real em torno de 7% ao ano.

Sem contas diversas e vendo apenas o cenário que nos encontramos e com as projeções de mercado, o Tesouro Selic acena com um retorno mais interessante do que o Tesouro IPCA para os próximos anos. Mas esse não deve ser o único aspecto a considerar.

Leia também: Tesouro direto: O que é, tipos e como investir?


Como investir melhor se o mercado sempre apresenta oscilações que devem ser consideradas fora do redimento apresentado nas plataformas?

Para isso o Guru Hub nasceu e o Guru App ainda te oferece tudo que você precisa para investir sem receio. São dicas de ouro, não é cobrada corretagem, você pode investir em ações, Fiis, BDRs, ETFs e muito mais em dois cliques e ainda por cima ver todos os seus investimentos, de todas as suas plataformas, num só lugar.

Ah.. e a Guru é homologada pela Ideal Investimentos.

Corre lá para baixar o App.

🏆➜ Avalie nosso conteúdo:

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 9

Seja o primeiro a avaliar!

Guru

Um Guru no mercado financeiro é aquele que sempre quer aprender a investir melhor...

Guru APP